terça-feira, 24 de agosto de 2010

-Obrigada-respondi olhando pra ele.
Continuamos dançando...
-Você dança bem-ele disse
-Tive que fazer aulas de dança para poder dançar a valsa com o meu pai.
-Hum...
Dançamos,dançamos até acabar as músicas românticas.
Depois sentamos na mesma mesa e continuamos conversando até o final da festa. Foi um dia que marcou a minha vida. Na hora que ele foi embora...
-Tchau,Bia-ele estava com uma cara triste.
-Tchau,Matt-minha cara também não era uma das melhores.
-Eu não queria ter que ir.
-Eu não queria que você fosse-eu disse.
Ele sorriu,mas ainda estava triste. Me deu um beijo no rosto e foi embora.
Depois que ele foi embora, a festa ficou sem graça, mas eu continuei aproveitando.
Havia sido a melhor festa da minha vida...
O tempo foi passando e todos os dias eu conversava com ele no msn, no telefone...
Quando ele me ligava, eu tremia e meu coração disparava. Era muito bom poder ouvir aquela voz firme, falando comigo todo aquele tempo. Sempre era assim: ficávamos meio sem jeito no início da conversa, mas logo íamos perdendo a timidez e conversávamos um tempão.
Passaram um mês,dois,três...Disney! Estava na época da minha viagem. Chegou o mês de julho. Eu iria viajar daqui 5 dias e tinha que arrumar minha mala. Iria ser o máximo. Eu iria ficar 3 semanas lá. Eu mal podia esperar. Ficar lá, estar lá, do lado do meu love...
Peguei o dinheiro com meus pais. Eles eram super gente boa e eu amava e ainda amo eles. Eles são um exemplo pra mim e estão sempre ao meu lado. Eles são, tipo assim, ‘’os caras’’.
"Minha irmã sortuda vai ficar com eles só pra ela’’-pensei,antes do embarque. Minha irmã era mais nova que eu 3 anos, mas a gente se dava super bem, quer dizer, quase isso. Ela ainda era meio que a queridinha da família. Não importava o que ela fizesse, a culpa sempre era minha. Mas eu amo ela. Ela é gente boa e sempre fica comigo. Quando tem alguma festa chata, ficamos eu e ela lá,brincando. Ela é demais.
Tudo pronto, era hora do embarque. Me despedi dos meus pais,da minha irmã e entrei no avião. Iria ser a viagem da minha vida.
Ao entrar no avião,eu não encontrava o Matt. Procurei desesperada, feito uma doida. Comecei a imaginar o que poderia acontecer se ele não fosse na viagem. A viagem iria ser uma... sem ele! Meu coração começou a doer, como se alguém tivesse rasgado ele e uma lágrima escorreu pelo meu rosto. A Isa tentou me consolar:
-Calma,Bia,ele vem.
-E se ele não vier?
Nesse momento o Matt entrou no avião. Eu olhei pra ele e nosso olhar se encontrou. Ele sorriu. Como ele conseguia ser tão perfeito?
-Bia!Que saudades...
-Oi,Matt.
Ele sentou do meu lado...

Um comentário:

  1. Nos 45 do 2º tempo, quando se pensa que tudo está perdido...eis um gol!!!

    ResponderExcluir